05/11/2013

COMO CRUZAR IMAGEM DE SANTO ANTÔNIO



Invocado para trazer equilíbrio na família, para abrir caminhos, resolver todas as situações, mesmo as mais desesperadas, favorecer no amor. E para que seja assim, a imagem tem de ser consagrada (cruzada), para que seja criada uma conexão espiritual entre você e a entidade.



Segunda ou sexta-feira de Lua Crescente.

 cimento

 1 estatueta em gesso de Santo Antônio

 1 guia (colar ritual) branca, preta e vermelha

 1 pemba branca

 1 pemba vermelha

 1 pemba preta

 1 prato de barro

 7 tipos de terra (de sua casa, de encruzilhada, de agência bancária, de floresta, de estrada, etc)

 7 moedas douradas atuais

 7 búzios abertos

 Pó de Ouro

 Pó de Prata

 Pó de Ferro

 7 favas tento de Exu

 7 favas olho de Pombagira

 Pedra imã

 1 chave antiga 

 Azougue

 Erva Abre Caminho

 1 vela de sete dias branca


 1 pedra recolhida de estrada de subida ou de encruzilhada 

 Rum ou cachaça
 água benta


 Misture a bebida com água benta e lave: a pedra, chave, moedas, prato, búzios, guias e a estatueta.

 Trace no centro do prato com pemba branca o ponto riscado da Linha de Santo Antônio.

Ponha a pedra no prato e espalhe os pós nela, acrescente a pedra imã e espalhe sobre tudo, com as mãos, o pó das pembas. Acrescente, o azougue, as favas, a erva e as terras.

Espalhe um pouco de cimento no prato para fixar a imagem no centro e decore com os búzios, a chave e as moedas.
Acenda a vela diante do prato. Diga:

 ”Santo Antônio de Pemba, poderoso Bará, te uno a minha vida e te peço proteção; guia-me e guarda-me em todos os caminhos. Prometo honrar a ti e ser fiel ao teu mistério”.

 Ponha a guia ao redor da imagem e diga: ”Com isso, sigo o caminho contigo”.

 Despeje a bebida sobre a estatueta e sopre a fumaça de um charuto sobre ela.
 A cada semana, ofereça bebida, fumo e vela.
Este fundamento espiritual detém o segredo do santo e não pode ser tocado por ninguém, exceto o dono da estatueta.
É bom preparar para ele um cantinho especial, um pequeno altar dedicado só a ele.
Todo favor recebido deve ser imediatamente pago ao santo, segundo a sua promessa.
Esquecer ou transgredir essa regra é considerado ofensa nas tradições africanas, e pode trazer consequências desagradáveis.
Diz-se que o santo, não só poderia tirar o que foi dado, como muito mais, e recuperar sua confiança então, seria bastante caro.


SOBRE A CONSAGRAÇÃO DE IMAGENS DE ORIXÁS E ENTIDADES

Os vultos que adquirimos são, na verdade, imagens em gesso, razão pela qual recomendo o devido preparo. Para cada vibração teremos uma variação de elementos, por isso deve-se saber de qual orixá ou entidade é a imagem. Tendo como exemplo Ogum, cava-se o fundo da imagem, criando-se um espaço para a introdução dos imãs. Poderíamos colocar um pedaço pequeno de ferro, uma conta de cristal vermelha e uma branca, uma pequena pedra granada e 7 gotas de essência de violeta. Então fecharíamos o buraco com cera de vela ou argila e colaríamos um pedaço de feltro, para que posteriormente uma entidade possa riscar o seu respectivo ponto.

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.